BUSCA DE NOTÍCIAS:
  Tangará da Serra, 18 de fevereiro de 2018.  
Tangará da Serra - MT


Em 06/11/2017
Curtas





Governo do Estado anuncia pacote para reduzir despesas

O Governo do Estado anunciou, nesta sexta-feira, 03, um novo pacote contendo medidas de austeridade para conter e reduzir as despesas no âmbito do Executivo. As ações constam em dois decretos e visam fazer frente à frustração da receita pública registrada entre janeiro e setembro deste ano. No período a frustração já alcançou R$ 1,7 bilhão, o que representa 10% a menos em relação ao valor previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2017. Em 2016 o governo já havia lançado mão de atos semelhantes para diminuir gastos com custeio e manutenção da administração. Com base nos 12 últimos meses de gastos registrados, fica determinada a redução de 10% no consumo de água, energia elétrica, aluguéis, limpeza e de outras despesas consideradas essenciais. Já para as despesas eventuais, como pagamento de horas extras e deslocamentos com pessoal, a economia deverá ser de 30% e mais 25%, no mínimo, para o uso de telefonia.


Novas regras

A Secretaria de Estado de Fazenda liberará as cotas de programação financeira de acordo com a obrigatoriedade e a essencialidade da despesa, definidas em ato normativo próprio.  A reestruturação ou revisão de planos de cargos, carreiras e salariais, bem como o afastamento de servidores, para realização de cursos também estarão suspensos.

Desdobramentos

Consta no decreto que todas as exceções relacionadas às despesas de custeio serão analisadas pelas Secretarias de Fazenda (Sefaz) e Planejamento (Seplan). As que dizem respeito a pessoal, cursos e aquisições de bens móveis e imóveis, entre outras, ficarão a cargo da Secretaria de Gestão (Seges).

De fora

Ficam de fora das medidas de contenção as unidades de saúde, educação e segurança pública, que são consideradas áreas prioritárias desde o início desta gestão. Os demais serviços voltados diretamente para o atendimento à população também não serão atingidos, desde que exista disponibilidade orçamentária.

Prioridades

O secretário de Fazenda, Gustavo de Oliveira acrescenta que as prioridades são pagar a cota do ICMS aos municípios, repassar R$ 15 milhões emergenciais do duodécimo para que os Poderes possam pagar a folha de pessoal e o pagamento da folha do Executivo. O escalonamento escalonamento de salários  não está decidido.




Compartilhe:


notícias da editoria
17/02/2018 - Curtas

15/02/2018 - Curtas

15/02/2018 - Curtas

12/02/2018 - Curtas

09/02/2018 - Curtas

08/02/2018 - Curtas

07/02/2018 - Curtas

06/02/2018 - Curtas

05/02/2018 - Curtas

03/02/2018 - Curtas

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
17/02/2018 - MEMÓRIA
Odete Ribeiro: semeando esperança e multiplicando solidariedade

17/02/2018 - GERAL
Múltiplo uso das feiras é assunto na Câmara

17/02/2018 - GERAL
População passa a receber alertas por SMS

17/02/2018 - POLÍTICA
Nilson Leitão visita Tangará e ouve reivindicações

17/02/2018 - GERAL
Horário de verão termina domingo

17/02/2018 - ESPORTES
Fla X Flu é confirmado na Arena Pantanal

17/02/2018 - ESPORTES
Conselho técnico define regulamento do Mato-grossense Sub-19

17/02/2018 - ESPORTES
Capuerê será o 1º a se apresentar na Feira da Vila Alta

17/02/2018 - POLÍCIA
Polícia prende ladrão que escalava prédios para roubos

16/02/2018 - POLÍCIA
Tenente Coronel Wendel assume 19º Batalhão de Tangará da Serra

16/02/2018 - POLÍCIA
Duas ocorrências de tráfico de drogas são registradas

16/02/2018 - GERAL
Destinos turísticos ampliam participação na economia

16/02/2018 - EDUCAÇAO
Estado retorna às aulas confiante em promessas

16/02/2018 - GERAL
Condutores reclamam das condições da MT 480

16/02/2018 - SAÚDE
Deputados acompanham situação do Hospital Regional

16/02/2018 - GERAL
Grupo analisa implantação de três hidrelétricas em Tangará

Jornal Diário da Serra - Todos os direitos reservados - O primeiro jornal on-line do estado de Mato Grosso