BUSCA DE NOTÍCIAS:
  Tangará da Serra, 18 de fevereiro de 2018.  
Tangará da Serra - MT


Em 17/01/2018
Concessão de rodovias criará três praças de pedágios entre Tangará e Cuiabá


Rodovias que ligam Tangará a Cuiabá contarão com pedágios


A secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística (Sinfra) de Mato Grosso publicou recentemente  o edital de concorrência pública para concessão de rodovias no Estado. O documento prevê que, após vencerem o certame, as empresas concessionárias instalem três praças de pedágios nas rodovias que ligam Tangará da Serra a Cuiabá, sendo duas na MT 358 e uma na MT 343.
De acordo com o edital, outras praças de pedágio deverão ser instaladas nas MTs 100, 246, 480, 320 e 208, nos municípios de Rosário Oeste, Alto Taquari, Alto Araguaia, Colíder e Alta Floresta.
Especificadamente nas rodovias entre Tangará da Serra e Cuiabá, as praças de pedágio deverão ser implantadas até o final do 12º mês a contar do início da concessão, que deverá cobrar a tarifa básica máxima de R$ 7,90 em cada um dos pontos. “O objetivo é uniformizar os valores cobrados nas rodovias concessionadas, proporcionando recursos compatíveis com os investimentos previstos e para a preservação do patrimônio rodoviário através da conservação de grande parte das rodovias do Estado de Mato Grosso”, cita um trecho do edital, destacando que as praças contarão com um Serviço de Atendimento ao Usuário (sal), que deverá ser instalado pela própria concessionária vencedora da licitação.
“As instalações de atendimento aos usuários devem dispor de área para descanso, estacionamento, sanitários (feminino, masculino e portador de necessidades especiais), fraldário, água potável, telefone público e sistema wi-fi de internet”, cita outro trecho do edital.
Para o empresário tangaraense Edson Hoffmann, da Tansportadora Carvalima, as instalações dos pontos de pedágios serão boas para o setor, desde que tragam benefícios para a infraestrutura das rodoviais. “Creio que temos que dar um voto de confiança para o governo nessa ação, pois as mudanças previstas serão de muita valia, considerando o atual estado precário que estão hoje nossas rodovias. Isso desde que todo o processo seja feito com honestidade e realmente quem pegar a concessão, que faça por valer o contrato, pois já temos exemplos de rodovias com pedágios que continuam ruins. Se for feito como prevê o contrato, com obras de qualidade, para nós do setor vai valer a pena pagar pedágio, pois a curto prazo começa a ter o retorno, devido a menos desgastes com os veículos”, afirmou o empresário de Tangará da Serra. “Creio que toda classe empresarial e comunidade em geral irão ganhar. Vai economizar com os gastos dos veículos e, de repente, com a própria vida”, opinou.
A licitação da concessão será realizada na modalidade concorrência pública, prevendo a prestação de serviços de conservação, recuperação, manutenção, implantação de melhorias e operação rodoviária. O leilão deve ser realizado no dia 28 de fevereiro,  às 10h, na Bovespa, em São Paulo. Após finalizar os procedimentos, o governo deve fazer a assinatura dos contratos para que até o fim do primeiro semestre as empresas comecem a atuar.
GERAÇÃO DE EMPREGOS- Conforme um estudo econômico-financeiro divulgado pela Sinfra Estadual, com a concessão de 233 quilômetros das MTs 246, 343, 358 e 480, em Tangará da Serra, devem ser gerados 1.464 empregos (29 diretos, 215 na operação e 1.220 indiretos). Nesses trechos, ainda de acordo com o estudo econômico financeiro, deverão ser injetados R$ 1,4 bilhão de investimentos, sendo R$ 803 milhões aplicados diretamente nas rodovia.

RODRIGO SOARES / Redação DS




Compartilhe:


notícias da editoria
17/02/2018 - Múltiplo uso das feiras é assunto na Câmara
A ideia é aproveitar melhor os espaços públicos
17/02/2018 - População passa a receber alertas por SMS
Serviço passa a funcionar a partir da próxima segunda
17/02/2018 - Horário de verão termina domingo
À 0 hora do domingo, os moradores devem atrasar o relógio
16/02/2018 - Destinos turísticos ampliam participação na economia
Destacam-se os municípios do Pantanal Mato-grossense
16/02/2018 - Condutores reclamam das condições da MT 480
Mato Grosso teve estradas classificadas como “ótimas”
16/02/2018 - Grupo analisa implantação de três hidrelétricas em Tangará
Secretário André Luis Torres Baby
15/01/2018 - Funcionários do Hospital Regional de Barra do Bugres não receberam

15/02/2018 - OAB alerta sobre uso ilegal de profissão
Presidente da OAB de Tangará, Kleiton Carvalho
15/02/2018 - Acadêmicos da UFMT participam de reunião do CBH Sepotuba
A reunião aconteceu na tarde da última semana, na Secitec
15/02/2018 - Erosões motivam pedido de providências
Vários processos erosivos ocorrem na região da bacia
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
17/02/2018 - MEMÓRIA
Odete Ribeiro: semeando esperança e multiplicando solidariedade

17/02/2018 - GERAL
Múltiplo uso das feiras é assunto na Câmara

17/02/2018 - GERAL
População passa a receber alertas por SMS

17/02/2018 - POLÍTICA
Nilson Leitão visita Tangará e ouve reivindicações

17/02/2018 - GERAL
Horário de verão termina domingo

17/02/2018 - ESPORTES
Fla X Flu é confirmado na Arena Pantanal

17/02/2018 - ESPORTES
Conselho técnico define regulamento do Mato-grossense Sub-19

17/02/2018 - ESPORTES
Capuerê será o 1º a se apresentar na Feira da Vila Alta

17/02/2018 - POLÍCIA
Polícia prende ladrão que escalava prédios para roubos

16/02/2018 - POLÍCIA
Tenente Coronel Wendel assume 19º Batalhão de Tangará da Serra

16/02/2018 - POLÍCIA
Duas ocorrências de tráfico de drogas são registradas

16/02/2018 - GERAL
Destinos turísticos ampliam participação na economia

16/02/2018 - EDUCAÇAO
Estado retorna às aulas confiante em promessas

16/02/2018 - GERAL
Condutores reclamam das condições da MT 480

16/02/2018 - SAÚDE
Deputados acompanham situação do Hospital Regional

16/02/2018 - GERAL
Grupo analisa implantação de três hidrelétricas em Tangará

Jornal Diário da Serra - Todos os direitos reservados - O primeiro jornal on-line do estado de Mato Grosso