Diário da Serra

Miss que debochou de entregador pode ter título cassado; organização repudia vídeo

Olhar Direto 25/10/2019 Geral
Geral

 

A organização do concurso Miss Mato Grosso 2019 se pronunciou por meio de nota nesta sexta-feira (25), em relação à polêmica envolvendo a miss Campo Novo do Parecis 2019, Bruna Figueiredo. Segundo ela, a garota pode, inclusive, perder o título. Será realizada uma reunião para apurar a conduta.

 

A miss foi criticada nas redes sociais por debochar de um entregador de comida que estava de bicicleta pelas ruas de Cuiabá. O vídeo foi feito na noite de quarta-feira (23), e publicado no Instagram da própria modelo. Ao ser compartilhado no Twitter, o vídeo atingiu mais de 200 mil visualizações.


"Eu não acredito. Está ruim para mim, está ruim para você, está ruim até para o Uber Eats. Olha isso daqui. Não é desmerecendo o trabalho do menino, mas é ai que você vê o porque sua comida chega atrasada. A pessoa além de estar de bicicleta, esta na marcha lenta, não está conseguindo subir a ladeira", diz a jovem, enquanto dá gargalhadas.
 
Ao ser questionada por um seguidor, a modelo disse que já pediu desculpas e que situação foi mal interpretada. Ao que tudo indica, desde que o vídeo começou a viralizar, a modelo teria ganho mais de dois mil seguidores no seu perfil do Instagram.
 
A organização do concurso, composta por Warner Willon e Nadeska Calmon, disse que “repudia qualquer atitude discriminatória ou que deprecie outro ser humano”, e que “Tal conduta não é condizente com a função assumida ao conquistar a coroa que ela representa”.

Notícias da editoria