Diário da Serra

Mato Grosso tem 70 mulheres assassinadas; 36 casos são de feminicídio

Assessoria 22/11/2019 Polícia

40% dos crimes tiveram motivação passional

Em 10 meses, 70 mulheres foram assassinadas em Mato Grosso, segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) divulgados nesta quinta-feira, 21. Do total de casos, 36 foram confirmados como feminicídios e ocorreram entre janeiro e setembro deste ano.


O balanço é feito pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEAC), ligada à Sesp. Conforme o levantamento, houve um aumento de 5,8% em relação ao mesmo período de 2018, quando foram contabilizadas 34 ocorrências de feminicídio.


Os dados de feminicídio são fechados trimestralmente, por conta da necessidade de investigação prévia para definição da motivação do crime de homicídio. Além disso, a Sesp também faz o levantamento anual dos dados. No ano passado, de janeiro a dezembro, houve 42 feminicídios no Estado.


O feminicídio é uma qualificadora da categoria de crime contra a vida nos casos em que o homicídio de mulheres é motivado por violência doméstica ou discriminação de gênero.


Outras motivações- As 70 mortes de mulheres contabilizadas pela Sesp ocorreram entre janeiro e outubro deste ano. O número é o mesmo registrado nos mesmos períodos de 2018 e de 2017.


A motivação passional continua liderando os casos, com 40%. Em seguida, estão os casos a apurar, com 27%, seguidos por “envolvimento com drogas” (14%); rixa (7%) e vingança (7%); pedofilia (2%) e álcool (2%); e por último, ambição (1%).
 

Notícias da editoria