Diário da Serra

Governo retoma obras da Educação que estavam paradas em Barra do Bugres

Secom-MT 27/11/2019 Educação

As obras contemplam reforma geral da escola Júlio Muller e a construção de uma nova escola no bairro Nova Maracanã.

Educação

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) retomou duas obras no município de Barra do Bugres (localizada a 168 quilômetros de Cuiabá), sendo a reforma geral da Escola Estadual Júlio Muller, localizada no bairro Centro, e a construção de uma nova escola no bairro Nova Maracanã. O investimento total é de R$ 8,4 milhões para finalizar obras que estavam paradas no município.

 

A obra da escola do Nova Maracanã vai contemplar a construção de 16 salas de aula, refeitório, cobertura com telha isotérmica, quadra poliesportiva, vestiários, parte administrativa, adaptação para acessibilidade e será realizada em parceria com o Governo Federal, num total de R$ 5,1 milhões em investimentos.

Obras de construção de escola nova no bairro Maracanã

Na escola Júlio Muller está prevista reforma geral de todos os banheiros, refeitório, nova estrutura administrativa, instalações elétricas e hidráulicas, recuperação e pintura da quadra poliesportiva. Para tanto, serão investidos R$ 3,3 milhões.

 

A assessora pedagógica de Barra do Bugres, Jucelia Vasconcelos, explica que há quatro anos a escola Júlio Muller passou por um incêndio, perdendo toda a parte administrativa. “Com a reforma essa parte já foi recuperada e os profissionais já estão trabalhando em um novo ambiente”.

A parte administrativa da EE Júlio Muller já foi reformada

No município, são 13 escolas estaduais, sendo oito urbanas, três escolas do campo, uma quilombola e uma indígena, atendendo a cerca de 6 mil alunos. “Todo o município ganhará com essas obras”, completa Jucelia Vasconcelos.

 

O professor Marco Antônio de Almeida, que é diretor do Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) 15 de Outubro, que fica no bairro Nova Maracanã, também comemora a realização das obras. Segundo ele, a nova unidade escolar está situada em um local estratégico da cidade e vai acolher e beneficiar muitos alunos daquela região.

 

"A clientela do Ceja é diferenciada e depende muito de ambientes educativos que contribuam para a melhoria do processo ensino-aprendizagem, como espaços para a realização das atividades pedagógicas e as oficinas de modo geral. Essa nova construção contemplará todos esses requisitos que são necessários para um bom desenvolvimento da prática educativa”, observa.

Notícias da editoria