Diário da Serra

Preocupado com casos de leishmaniose, vereador questiona Executivo

Rodrigo Soares / Redação DS 11/12/2019 Saúde

Possíveis casos da doença foram relatados por moradores

Vereador autor do requerimento, Sebastian Ramos

O vereador Professor Sebastian Ramos encaminhou ao Executivo Municipal um requerimento que pede informações e documentos a respeito de como são realizadas as visitas da secretaria de Saúde no Assentamento Antônio Conselheiro e outras comunidades rurais. A preocupação do parlamentar é referente ao controle de algumas enfermidades, principalmente leishmaniose, hantavirose e doença de chagas nas áreas rurais de Tangará da Serra.


De acordo com o vereador, a informação de moradores é de que existe caso de  leishmaniose na zona rural, o que vem causando preocupação na comunidade. “Eu na condição de relator da comissão de saúde, estou buscando informações a título de, inicialmente, saber sobre essa maneira que o Executivo atua na zona rural sobre esses assuntos. Tenho informações de maneira extraoficial que existe caso de  leishmaniose”, comentou o vereador, destacando que os moradores da região relataram que não recebem visita da secretaria municipal de Saúde já há algum tempo. “Perguntamos aos moradores e essa foi a informação nos foi passada. O caso é sério, vamos imaginar a hipótese de virar uma pequena epidemia, então diante disso que fizemos o requerimento para sabermos como está de fato a atuação da Saúde na zona rural. Sabemos que o município já teve registros de hantavirose, por exemplo, então esse controle tem que ser permanente”, enfatizou.


A reportagem do Diário da Serra entrou em contato com a secretária de Saúde, Dienifer Fiex, questionando a respeito das visitações nas áreas rurais do município. Ela não confirmou notificações de leishmaniose, hantavirose e doença de chagas, e disse que uma ação da saúde pública estava acontecendo na tarde desta quarta-feira, 11, na zona rural.
 

Notícias da editoria