Diário da Serra

EM CASA – Projetos sociais esportivos seguem com atividades

Fabíola Tormes / Redação DS 20/07/2020 Educação

Projetos sociais também tiveram que se reinventar para continuar

Os alunos improvisam em casa

O isolamento social mudou a rotina das famílias de Tangará em Serra e, especialmente das crianças que tiveram que ficar em casa e aprender a estudar remotamente.


Porém, além da escola, muitas crianças e adolescentes que usavam o contraturno escolar para a prática de atividades físicas e/ou complementares educacionais foram atingidos pela pandemia. Projetos sociais ligados ao esporte, como o Crianças Primeiro, desenvolvido pelo Lions Clube Tangará da Serra, com apoio de parceiros, também tiveram que se reinventar para continuar.


De acordo com o professor Ronaldo Nascimento, responsável pelas aulas de judô no Lions Clube, na Escola Fausto Masson e no Centro de Treinamento Esportivo (antigo formando um cidadão), os treinamentos seguem com todos os alunos, cada um em sua casa. “Tenho passado vídeos de exercícios, para que possam treinar em casa, sozinhos ou aqueles que tem irmãos, que façam juntos, assim como de história e teoria do judô”, conta o sensei.


Os alunos usam a sala, quarto, área, quintal e outros espaços para continuar as atividades, improvisando do jeito que conseguem e com auxílio de toda a família. “Para que não estejamos tão despreparados quando tudo voltar”, reforça, ao garantir que o trabalho, além de manter a turma em atividade e unida, serve ainda para manterem o conhecimento e a saúde de todos.


Neste período foram feitos também desafios entre famílias, com atividades em que os pais se envolvessem. “Tivemos um resultado bem maior que esperávamos”, conta, ao afirmar que muitos pais permanecessem treinando junto com os filhos.


As aulas, segundo o sensei, são duas vezes na semana, sendo nas quartas-feiras com atividades físicas e no domingo os encontros virtuais, via aplicativo.
 



Notícias da editoria