Diário da Serra

Vigilância Ambiental notifica proprietária de imóvel no centro por concentração de água parada em piscina

Redação DS 30/09/2019 Saúde

Assessoria informou que a piscina foi tratada na semana passada

Saúde

Uma situação registrada em um logradouro localizado na Rua São Paulo, na região central de Tangará da Serra deixou moradores que residem naquelas imediações bastante preocupados. Um imóvel desocupado com uma piscina está abandonado. Registros da vizinhança flagraram a água já em tom esverdeado, tamanho o período em que está parada, com sério risco de criadouro para o Aedes Aegypti, o mosquito transmissor da dengue.


"A piscina está colocando em risco a vida de todo aquele pessoal que mora ali. Segundo informações, aplicaram um produto na piscina, mas sabe-se lá até quando esse produto vai matar os mosquitos", queixou-se um morador, ao lembrar a localização do imóvel.
 

Procurada pela reportagem do Diário da Serra, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou que um produto foi aplicado no local. Por intermédio da assessoria de imprensa, a secretária de saúde de Tangará da Serra, Dienifer Feix, disse que tanto Vigilância Ambiental, quanto a Vigilância Sanitária compareceram até o local.
 

"As duas vigilâncias foram lá, notificaram e trataram a água. Até esta terça-feira, a proprietária tem que limpar. Mas desde a semana passada a piscina já está tratada", afirmou. 

 

Com a chegada do período chuvoso, a população deve ficar bastante atenta ao acúmulo de água em recipientes, a caixas d'água, vasos de plantas, dentre outros cuidados.



Notícias da editoria