Diário da Serra

TCE e AMM mobilizam prefeitos para discutir a evasão e o abandono escolar

Agência de Notícias da AMM 18/08/2021 Educação

A meta é mobilizar as entidades e as prefeituras para ampliar a efetividade da plataforma Busca Ativa Escolar, desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância-UNICEF

Educação

Combater a evasão e o abandono escolar neste período de enfrentamento da pandemia da Covid-19 em Mato Grosso, é o principal objetivo do evento que está sendo preparado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e a Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Uncme, Ministério Público e Assembleia Legislativa. A live sobre a reunião estratégica será realizada no próximo dia 25 de agosto, às 9h, com transmissão pelo canal da AMM no youtube.

A meta é mobilizar as entidades e as prefeituras para ampliar a efetividade da plataforma Busca Ativa Escolar, desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). A live será uma continuidade do lançamento da ferramenta pelo TCE, quando foi apresentada a Nota Técnica elaborada pelo órgão de controle externo e enviada aos gestores. Durante o evento, foi solicitado um novo encontro com os prefeitos e secretários municipais para dialogar com mais profundidade sobre o tema.

O presidente da AMM, Neurilan Fraga, destaca que é essencial discutir o assunto com os prefeitos em um momento em que o retorno das aulas presenciais ainda está acontecendo, e continua gerando polêmica. Ele frisa a necessidade de tratar sobre a condição do abandono e a evasão escolar.

“Temos que debater o tema com prioridade  neste momento tão difícil, no contexto de enfrentamento da pandemia. É um grande desafio, mas temos que lutar para que todos os alunos estejam na sala de aula, seja forma presencial ou online”, assinalou.

De acordo com o supervisor da estratégia Busca Ativa Escolar, conselheiro e ouvidor-geral do TCE-MT, Antonio Joaquim, a mobilização entre as instituições é importante para combater a evasão escolar no Brasil que tem números assustadores.

“Cerca de cinco milhões de criança e adolescentes estão fora da sala de aula. Imaginem o impacto disso para a sociedade e para essas crianças, que não estão recebendo educação adequada. É um dever cívico que todos estejam engajados nesse projeto”, clamou.

O Tribunal de Contas, paralelo ao evento de mobilização dos prefeitos e secretários de educação municipais, segue promovendo forte articulação para que os gestores façam adesão a plataforma da Busca Ativa Escolar. Os dados de adesão inclusive serão mostrados durante a reunião estratégica da próxima.

Notícias da editoria