Diário da Serra

Os Cemitérios e túmulos históricos atraem turistas

Sidney Tapajós 13/10/2020 Artigos

Esse tipo de turismo tem como principal atração o reconhecimento do patrimônio artístico, arquitetônico, histórico e filosófico do local

Artigo 'Os Cemitérios e túmulos históricos atraem turistas'

O tema escolhido pode não ser dos mais amenos, mas o turismo de cemitérios e túmulos tem crescido nos últimos tempos, principalmente no Brasil, por isso será interessante descrever alguns aspectos relacionados a este segmento. Como todos sabem, este tipo de turismo não é estranho aos países do "velho mundo", porém, no Brasil, só recentemente tem sido utilizado por algumas empresas ou agências.


Devido à procura, já temos algumas visitas guiadas, voltadas a turistas e estudantes, a exemplo do que ocorre em cemitérios de outros países. Hoje, podemos perceber o avanço tecnológico do serviço pós-morte no Brasil, que já ocorrem nos países mais desenvolvidos economicamente, que já esta consolidado no segmento.


Se não fosse trágico seria engraçado: o funeral está se tornando virtual.  Até as condolências são virtuais e podem ser dadas em tempo real, a exemplo desses serviços cemitérios temos o Morada da Paz, na cidade de Natal- RN. O fato é que algumas cidades brasileiras já oferecem serviços "online" de funerais, ou seja, o cemitério sucumbiu à informatização!


Halbwachs (apud Burke, 2000, p. 19) afirma que “as memórias são construídas por grupos sociais. São os indivíduos que lembram – no sentido literal, físico – mas são os grupos sociais que determinam o que é ‘memorável’ e também como será lembrado”.


Podemos citar alguns cemitérios e túmulos mais visitados do mundo, que são os seguintes:
Cemitério da Recoleta, Buenos Aires, ARG (Evita Perón).
Cemitério Nacional de Arlington, Washington D.C., EUA (John Kennedy).
Cemitério de Highgate, Londres, UK (Karl Marx) .
Abadia de Westminster, Londres, UK (Isaac Newton e Charles Darwin, além de reis, rainhas e O Soldado Desconhecido).
Zentralfriedhof, Viena, AUT ( Beethoven, Brahms e Johann Strauss).
Cemitério de São João Batista, Rio de Janeiro, BRA (Cazuza, Carmem Miranda, Santos Dumont e Tom Jobim).
Cemitério da Consolação, São Paulo, BRA (Monteiro Lobato).
St. Louis, Nova Orleans, EUA (abriga o túmulo da rainha do vodu, Marie Laveau, onde visitantes não perdem a oportunidade de fazer um desejo escrevendo XXX na tumba).


Muitas pessoas ainda têm preconceito e medo de visitar cemitério, com isto, os resultados são muitos cemitérios abandonados e as terras ao redor depreciadas, sem contar que ouvimos ou assistimos com certa freqüência notícias de roubos, vandalismos e, ainda mais, tem pessoas que usam cemitérios vazios para se drogar e até fazer sexo.


Esse tipo de turismo tem como principal atração o reconhecimento do patrimônio artístico, arquitetônico, histórico e filosófico do local, pois podemos nos aproximar dos restos mortais de pessoas que contribuíram e fizeram parte da localidade que sempre ouvimos falar ou estudamos.

Sidney Tapajós - Turismólogo e Pedagogo. Especialista em RH e Didática do Ensino Superior. Instagram:Turismo100Subjetivismo/tapajós.sidney@gmail.com      (65) 9 9802-6526



Notícias da editoria