Diário da Serra

Cuiabá renovará com o técnico Marcelo Chamusca

Olhar Esportivo 05/12/2019 Esportes

Marcelo Chamusca está próximo de renovação com o Cuiabá para 2020

Esportes

A diretoria do Cuiabá está prestes a confirmar a renovação com o técnico Marcelo Chamusca para a temporada 2020. Mesmo com um desmanche no elenco Auriverde, o comandante deve permanecer no Dourado para um novo planejamento de trabalho, ao lado do seu auxiliar-técnico Ademir Fesan e do preparador-físico Roger Gouveia.

 

A manutenção de Chamusca já era prevista, pois ele mesmo indicou em entrevista ao Olhar Esportivo e à rádio Capital FM, que estava praticamente tudo certo, faltando apenas alguns detalhes, e principalmente a assinatura do contrato. “Estamos nos últimos detalhes, mas devemos dar continuidade no trabalho. Recebi algumas sondagens, mas acredito no projeto”, disse, evitando a confirmação.

 

Marcelo Chamusca chegou ao Cuiabá na reta final da temporada 2019, estreou na segunda quinzena de outubro, com a missão de substituir o técnico Itamar Schülle, que estava há dois anos no cargo, com conquistas importantes, como o acesso na Série C em 2018. Antes de vir para o Dourado, Chamusca foi dispensado do CRB-AL, após a 28ª rodada da Série B, com 38 pontos, na oitava colocação, que por coincidência, foi a mesma posição que deixou o Cuiabá no final da disputa. Lembrando que quando ele assumiu, o Cuiabá estava na 12ª colocação.


Em pouco tempo, o técnico reanimou todo o elenco cuiabanista, recuperou alguns jogadores que estavam de lado, melhorando a união do grupo. Conquistou a vaga para a final da Copa Verde com uma virada para cima do Goiás na semifinal, na Arena Pantanal, além do título diante do Paysandu no estádio Mangueirão, em Belém-PA.

 

Um dos importantes feitos foi durante a Série B, acumulou quatro vitórias e um empate nos cinco primeiros jogos, reascendendo a chama do acesso, com triunfos expressivos, como 2 a 0 contra o campeão Bragantino, e 5 a 1 contra seu ex-clube, CRB-AL.

 

Com 53 anos, Chamusca tem acessos importantes em seu currículo. Levou o Ceará à Série A do Brasileirão em 2017, acesso com o Guarani-SP para a Série B em 2016 e com o Salgueiro-PE para a Série C do Brasileiro em 2013. Também foi campeão cearense pelo Ceará, e campeão paraense de 2017, com o Paysandu.

 

No ano que vem, o time mato-grossense tem em seu calendário garantido o Campeonato Mato-grossense, qual é tricampeão consecutivo, a Copa Verde, atual campeão, a Copa do Brasil, direto nas oitavas de final, e pela segunda vez a Série B do Brasileiro.

Notícias da editoria