Diário da Serra

Bastidores da Política

Redação DS 31/03/2020 Bastidores da Politica

31/03

Bastidores da Politica

Carreata

Um comunicado circula nas redes sociais informando a realização de uma carreata que pede a reabertura do comércio em geral em Tangará da Serra. Conforme o anúncio, que é compartilhado por políticos e empresários, o ato acontecerá nesta terça-feira, 31, às 15 horas, com ponto de saída da prefeitura.


Crítica

O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande, criticou duramente o promotor João Marcos de Paula Alves, que conseguiu na Justiça a suspensão de parte do decreto municipal que flexibilizava medidas do combate ao novo coronavírus. Em tom agressivo, o prefeito afirma que “na segunda os comerciantes vão vir rasgando em cima dele”.


O decreto

A pedido do membro do Ministério Público, o juiz Daniel de Souza Campos suspendeu trechos do decreto que autorizavam o funcionamento de casas noturnas e estabelecimentos dedicados à realização de festas, a permanência de pessoas em bares a partir de 5 de abril, além da reabertura de academia e similares.


Reunião I

Os deputados federais Neri Geller, Carlos Bezerra e Rosa Neide se reuniram com o governador Mauro Mendes, representando a bancada de Mato Grosso no Congresso Nacional, e trataram das medidas para amenizar os efeitos do novo coronavírus. A reunião foi realizada na manhã desta segunda, 30, no Palácio Paiaguás.


Reunião II

Durante a reunião o governador Maurto Medes recebeu a garantia de que a bancada estará em Brasília fazendo gestão junto ao Ministério da Saúde para que a parte que cabe a Mato Grosso dos R$ 5 bilhões já liberados pelo Governo Federal chegue ao Estado o mais rápido possível.


AL aprova empréstimo de R$ 550 mi ao Governo

Com 22 votos favoráveis e uma abstenção, os parlamentares da Assembleia Legislativa aprovaram, em primeira votação, a mensagem que autoriza o Governo de Mato Grosso a contrair um empréstimo de R$ 550 milhões para construção de pontes no Estado. A sessão que aprovou a mensagem ocorreu por meio de videoconferência. Para ser concluída, a medida ainda precisa passar por mais uma votação.

Notícias da editoria